genealogia-brasileira

GENEALOGIA

Família Cotrim

 Pesquisa Genealógica   Brasão de Armas   Links de Genealogias   Cidadania   Inclua sua Família  Comunidades  Contato

 

FAMÍLIA COTRIM

cotrim



Historia da Família Cotrim
Os Cotrim de Portugal são, até hoje uma grande família e sua história lá remonta ao século XIV (Martim Cotrim, nobre português é citado em 1383). Antes disso parece ser esta família originária da Inglaterra, tendo passado a Portugal no século XV, nas pessoas de dois irmãos, Jaime e Heitor Cotrim. Foram ambos fidalgos da Casa do Rei D. Afonso V, tendo o primeiro exercido o cargo de monteiro-mor do Infante D.Henrique, Duque de Viseu, e o segundo sido pajem de lança daquele monarca.
Em Portugal, no município de Ferreira do Zêzere (freguesia de Dornes)está localizado (no Souto do Ereira) o mais antigo solar da família dos Cotrins (*). Ali morou o Fidalgo Lopo Martim Canas Cotrim, de quem descendem provavelmente 90% dos Cotrins que hoje existem em todo mundo, com especial incidência nos países de língua portuguesa.
Esta antiga casa fidalga no lugar do Souto da Ereira é uma velha edificação do tipo rude dos solares quinhentistas do concelho, feita com xistos sobrepostos, cingidos por cunhais, vergas e ombreiras de pedra calcária. A escada é exterior. Há bastas dependências rurais, anexas, cobertas de telha vã. No interior grosseiras chaminés de aquecimento. Na fachada exterior, largo brasão ornamental, de mármore lavrado (Cotrins) embutido nos xistos do paramento. Toda a pedra de armas é delicadamente lavrada.
Segundo alguns genealogistas, a família Cotrim tem origem num Fidalgo Inglês, de nome Jayme Cotrim que dizem ter integrado as tropas do Duque de Lancaster, que em 1381 vieram ajudar os portugueses em sua luta contra Castela.
Com a coroação de D. João I e D. Felipa como reis de Portugal, Jayme Cotrim regressou a Portugal agora como Mordomo-mór de D. Felipa de Lencastre. Com a morte de D. Felipa, continou ao serviço da Casa Real, acompanhando o Infante na sua vinda para Tomar onde assumiu a Administração da Ordem de Cristo. Consta Jayme Cotrim ter sido Monteiro-mór da Casa do Infante, na Vila de Dornes.
Segundo o genealogista Salvador Soares Cotrim, Jayme Cotrim casou-se com D. Ana Canas de Urufol, e morou
na "Quinta do Souto de Eyreira" (nas proximidades de Tomar).
Foi seu filho Lopo Canas Cotrim.
Lopo Canas Cotrim
Casado com D. Isabel de Sousa, filha de D. Gonçalo de Sousa e de D. Teresa de Alvim.
D. Gonçalo de Sousa foi do Conselho dos Reis D. João I e Don Duarte. Foi, também, vedor da Casa do Infante D. Henrique e seu alféres-mór, Alcaide-mór de Tomar, Comendador-mór da Ordem de Cristo e Comendador de Dornes. Foi D. Gonçalo quem mandou construir, as suas custas, a Igreja de Nossa Senhora do Pranto da Vila de Dornes.
Lopo Canas Cotrim e sua mulher D. Isabel tiveram dois filhos:
- Germão Canas Cotrim
- D. Catarina Cotrim
Custom Search

ÁRVORES GENEALÓGICAS

Pesquise sua árvore genealógica no índice abaixo. Se não tiver: clique e Inclua sua Família ou atualize seus dados. É gratuito! Você pode também  incluir um link para acesso à página de sua família.

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z